sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

NATAL


A luz brilhou,
No horizonte anuncia-se a esperança.
Os povos celebram nosso Senhor
Que nasceu  como criança.

É tempo de paz, de solidariedade,
De amar o próximo, acreditar,
De buscar a verdade: 
Que Jesus, nosso rei, veio nos amar!

Acende as velas, liga as lâmpadas,
Coloca a estrela no pinheiro;
É o Papai Noel que canta!
É o bom velhinho que veio! 

Ama, ama profundamente o Natal.
É a lembrança do Cristo,
Do Deus  que veio mortal
Sem nunca ter morrido.

Amar, ao próximo dar vez,
Arrepender-se e perdoar.
Assim o Cristo fez,
E o Natal torna a nos lembrar. 

Olha, é as renas a voar,
Com o bom velhinho a pilotar.
Eles cruzam o céu, trazem esperanças,
Acendendo-nos no peito a divina chama. 

Transforma-te em luz, na mais pura.
Vive uma nova vida, segue adiante.
O Natal perdoa, cura,
Trazendo uma nova chance.
 
Toda magia que nos permeia
Em Dezembro chama-se Natal.
A alquimia que ocorre na ceia
Propaga-se pelo cosmos, livrando-nos do mal.

É Natal, é Natal!
A estrela que nos guia, 
Nos mostra o sinal:
Amar, amar a todos, como ele queria.

O Natal é passageiro
Dura poucos dias.
Mas sua chama brilha ano inteiro,
Transformando dor em alegria.

Sonha, sonha com dias melhores,
E guarda bem dentro de ti tua esperança.
Pois de nossas vidas somos senhores,
E o mal ao bem nunca alcança.

É Natal, É Natal! Sorri,
Com as luzes a brilhar,
Com os sinos a badalar,
Com a criança que vem a ti.

É Natal, é Natal Senhor!
Com os olhos a brilhar,
Com o coração cheio de amor,
 E com a esperança a chegar.

A festa acaba, a luz se apagou.
Todos se foram, o Natal ao fim chega.
Mas olhemos em volta, algo ficou:
A presença do Cristo, que para sempre permaneça. 

*AlexMaciel

Nenhum comentário:

Postar um comentário