terça-feira, 20 de outubro de 2015

ESCOLHA


Perdido, entre dois extremos,
Sonhando com a solução.
Vários sentimentos conflituosos
A dilacerar, acelerar o peito.
Aquilo que é sentido no coração,
Todas as manhãs ou todas as noites,
É a insatisfação, a extrema melancolia,
Que mata e aos poucos faz esquecer os homens.

Os sonhos sonhados, as lembranças queridas
O motivo do viver, as ilusões do ter;
Tudo é perdido, tudo é esquecido.
Porque o homem só um senhor pode ter:
Ou ele escolhe sofrer ou escolhe viver.

*AlexMaciel

Nenhum comentário:

Postar um comentário