sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

NATAL


A luz brilhou,
No horizonte anuncia-se a esperança.
Os povos celebram nosso Senhor
Que nasceu  como criança.

É tempo de paz, de solidariedade,
De amar o próximo, acreditar,
De buscar a verdade: 
Que Jesus, nosso rei, veio nos amar!

Acende as velas, liga as lâmpadas,
Coloca a estrela no pinheiro;
É o Papai Noel que canta!
É o bom velhinho que veio! 

Ama, ama profundamente o Natal.
É a lembrança do Cristo,
Do Deus  que veio mortal
Sem nunca ter morrido.

Amar, ao próximo dar vez,
Arrepender-se e perdoar.
Assim o Cristo fez,
E o Natal torna a nos lembrar. 

Olha, é as renas a voar,
Com o bom velhinho a pilotar.
Eles cruzam o céu, trazem esperanças,
Acendendo-nos no peito a divina chama. 

Transforma-te em luz, na mais pura.
Vive uma nova vida, segue adiante.
O Natal perdoa, cura,
Trazendo uma nova chance.
 
Toda magia que nos permeia
Em Dezembro chama-se Natal.
A alquimia que ocorre na ceia
Propaga-se pelo cosmos, livrando-nos do mal.

É Natal, é Natal!
A estrela que nos guia, 
Nos mostra o sinal:
Amar, amar a todos, como ele queria.

O Natal é passageiro
Dura poucos dias.
Mas sua chama brilha ano inteiro,
Transformando dor em alegria.

Sonha, sonha com dias melhores,
E guarda bem dentro de ti tua esperança.
Pois de nossas vidas somos senhores,
E o mal ao bem nunca alcança.

É Natal, É Natal! Sorri,
Com as luzes a brilhar,
Com os sinos a badalar,
Com a criança que vem a ti.

É Natal, é Natal Senhor!
Com os olhos a brilhar,
Com o coração cheio de amor,
 E com a esperança a chegar.

A festa acaba, a luz se apagou.
Todos se foram, o Natal ao fim chega.
Mas olhemos em volta, algo ficou:
A presença do Cristo, que para sempre permaneça. 

*AlexMaciel

terça-feira, 20 de outubro de 2015

ONDE ESTÁ DEUS?





Não procure a Luz no Paraíso.
Não se torne um buscador, procurando encontrar sua essência espiritual fora de você.
Está sempre dentro de você. Você é a Divindade do Criador dentro de você. Não a procure em outro lugar porque, se o fizer, estará procurando fora de você.
Você precisa de gentileza? Demonstre gentileza. Precisa de amor? Demonstre amor. Precisa de generosidade? Demonstre generosidade. Precisa de plenitude? Aprenda a dar plenitude aos demais.
Não procure seus ganhos espirituais em lugares fora de si mesmo. Essa é uma de nossas maiores lições na vida.


* Karen Berg



Fonte: Consciência Diária

ESCOLHA


Perdido, entre dois extremos,
Sonhando com a solução.
Vários sentimentos conflituosos
A dilacerar, acelerar o peito.
Aquilo que é sentido no coração,
Todas as manhãs ou todas as noites,
É a insatisfação, a extrema melancolia,
Que mata e aos poucos faz esquecer os homens.

Os sonhos sonhados, as lembranças queridas
O motivo do viver, as ilusões do ter;
Tudo é perdido, tudo é esquecido.
Porque o homem só um senhor pode ter:
Ou ele escolhe sofrer ou escolhe viver.

*AlexMaciel

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

LIBERDADE



Por longas horas, por infinitas noites te esperei,
Todos os dias tenho te esperado.
Mas tu não vens, permaneces calada.
Sondei-te no espaço, por todo o firmamento
Tu eras surdo ou mudo, e eu nos dias não achava contentamento.
Sempre te procurei sempre te procuro.
Aonde estais?  Nas estrelas, no ar, no escuro?...

Passaram-se os anos
Meu cabelo embranqueceu.
Olhei, olho outros humanos:
Igual a mim, nenhum te conheceu.

*AlexMaciel

EVA



De Helena a beleza
De Pandora o encanto.
Nascestes cheia de pureza
Mãe do canto.

A primeira Mãe na terra
De ti viemos.
Os teus encantos tuas filhas herdam
E fazem com que choremos.

A tua beleza iluminou Adão
Deu-lhe sabor, amor à vida.
Contigo ele achou o coração
E chorou na partida.

Mas, te culpam injustamente:
Será um crime a curiosidade?
Será errado ser diferente?

Para o bem da humanidade
Os teus filhos a ti são iguais:
Eles comem a maçã e querem mais.

*AlexMaciel

quinta-feira, 9 de julho de 2015

SIMÔNIDES


Havia, certa feita, um poderoso rei chamado Escopas. Seu reino era o da Tessália e não havia ninguém audaz o bastante para contestar o seu poder. Riquezas choviam dia e noite sobre sua cabeça, potentados de reinos vizinhos vinham quase todos os dias prestar-lhe vassalagem, e ainda assim isto não era o bastante para ele sentir-se completa, suficiente e absolutamente feliz.

"O que falta ainda?", perguntava-se todos os dias Escopas. Um dia, entretanto, escutando a música que saía da lira de Simônides, príncipe dos poetas de toda a Grécia, Escopas compreendeu tudo:

quinta-feira, 21 de maio de 2015

A ESTRELA



Querida, amada estrela!
Que toda a noite vejo a brilhar.
Tu, onde quer que eu esteja,
A minha vida sempre irá testemunhar.
Contigo compartilho minha existência,
Minhas lutas, minhas dores e amores.
Tu, impassível, serena, benfazeja,
Nada diz, apenas segues a brilhar.
Querida, amada e única amiga!
Sabes do meu sofrer, dos meus rancores?
Essa vida passageira, que nada preserva,
Faz-nos passageiros, eternos desconhecidos;
Mas, o homem, tolo e ingênuo,
Vive a vida a tentar se eternizar.
Tu, ó bela estrelinha! Tu sabes:
Apenas os deuses são eternos
 E todos os seres desta terra irão morrer...
Porque então ainda brilhas assim, tão inutilmente,
Alegrando e trazendo beleza a este pálido ponto azul?...


Sinto-me pequeno, inútil ante ti.
Mas tu, a brilhar e prosperar
Me conforta com tua luz:
De ti sou feito,
Filho teu sou;
E, após morrer,
Em ti me converto,
Assim como todo ser que por aqui passou.

*AlexMaciel

segunda-feira, 6 de abril de 2015

AFINAL, O QUE É INTELIGÊNCIA?

Isaac-Asimov-007

Texto escrito originalmente por Isaac Asimov.

Quando eu estava no exército, fiz um teste de aptidão, solicitado a todos os soldados, e consegui 160 pontos.
A média era 100.
Ninguém na base tinha visto uma nota dessas e durante duas horas eu fui o assunto principal.
(Não significou nada – no dia seguinte eu ainda era um soldado raso da KP – Kitchen Police)
Durante toda minha vida consegui notas como essa, o que sempre me deu uma ideia de que eu era realmente muito inteligente. E eu imaginava que as outras pessoas também achavam isso.

BONDADE

Ah, homem!
Tua bondade te libertará da tua própria maldade!
Parabéns para todo aquele que verdadeiramente é humano, colocando-se no lugar do outro.

segunda-feira, 30 de março de 2015

NATUREZA



A violenta natureza,
Insensível, extremamente bela!
Um destino maior, previamente estabelecido,
Comandado pela perfeição
Pelo inefável, pelo desconhecido.
E os homens?
Ah, os homens!
Eles seguem sozinhos, perdidos,
Cegos; tateando o escuro,
Alheios ao bem maior.
Que a natureza lhe guie
E que a sua própria natureza desperte-o,
Fazendo-o novamente brilhar 
E novamente ser guiado,
Ao invés de se guiar.

*AlexMaciel

quinta-feira, 26 de março de 2015

SERÁ QUE A NOSSA ARTE CORRESPONDE AOS DESAFIOS DE NOSSO TEMPO?


Anthony Oliver Scott e um grupo de artistas conversam sobre se e como artistas falam sobre questões sociais e raciais em seus trabalhos. O presente texto é de autoria de Scotta discussão está aqui.
Desde a crise financeira de 2008, Eu tenho esperado por “As vinhas da Ira”. Ou talvez “O Sol tornará a brilhar”, “A morte do caixeiro viajante”, algum romance do Zola ou uma balada de Woody Guthrie – alguma arte que fale sobre as injustiças e preocupações dos nossos tempos e ponha algo de humano nos desenrolares impessoais da história. Os originais ainda estão por aí, disponíveis para serem revividos e redescobertos, parte de uma obra robusta e artística dos difíceis tempos já passados. Mas nós estamos no meio desses tempos difíceis agora e parece que a arte está nos faltando.

segunda-feira, 23 de março de 2015

TEMPORAL


Chuvas, chuvas torrenciais!
Que invadem, que ferem a terra.
Raios e trovões, por todo canto.
Na grama e nos lamaçais
 O homem, que pisa na divindade materna,
Ante o espetáculo, admira e teme:
Sabe ele que nada foi e que nada é
Abaixo ou acima deste manto.
Seu silêncio, seu temor e sua admiração
Pelos elementos que brandam e gemem,
Atestam a grandiosidade
De algo superior, poderoso,
Que reside na eternidade.

*AlexMaciel

quarta-feira, 18 de março de 2015

A NATUREZA REFLETE DEUS


TUA DOCE LEMBRANÇA




Acharemos algum dia Deus?
Não sei, você pode não saber, talvez nunca saibamos.
Mas, de uma coisa eu sei: sinto-o constantemente,
Por breves momentos, brevíssimos momentos,
Onde sou banhado completamente pela totalidade,
Tornando-me um com o todo.
Então sinto-me os animais, a natureza, o sofredores,
Os homens, as estrelas, o universo, Deus...
Mas, então tua luz me cega, e volto a escuridão.
Tu se foi e eu novamente me perco,
Eu novamente volto a esta realidade.
Tua doce lembrança aos poucos se apaga
Mas minha alma de ti recorda, deseja.
Pois aquele que descobre o amor e a bondade
Nunca mais volta a mediocridade.

*AlexMaciel

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

A RODA DA FORTUNA



Tempo de plantar e de semear.
Tempo de colher e de usufruir.
Tempo de querer e de desejar.
Tempo de Amar e de possuir.
A roda da fortuna gira, lentamente,
E todos, os homens, a natureza
E a vida sofrem, violentamente.
Só existe uma certeza:
Os que no meio estão 
Seguem, impassíveis, serenos
Sem sentir os efeitos do furacão.
Pois, no caminho do meio,
Está a salvação dos extremos.


*AlexMaciel



terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A VOZ DO NOSSO INTERIOR: O PROPÓSITO DA SUA EXISTÊNCIA


Enquanto você estiver atento e ativo, nada vai impedi-lo de fazer as revolucionárias mudanças internas e externas que veio na Terra para fazer. O propósito de sua existência sobre a Terra além de despertar e se elevar é despertar e edificar os outros, ao se esforçar buscando uma vibração mais elevada você ajuda o resto da humanidade a sentir vontade de fazer a mesma busca.
Você não pode ajudar ninguém a encontrar o próprio EU enquanto você não tem uma visão pura de você mesmo, por esta e muitas outras razões, você é encorajado a fazer tudo o que puder para manter suas ligações espirituais abertas, fortes e fluindo. Quando você apresentar o seu trabalho ao resto da humanidade, estará edificando os outros como deve ser e você terá pouca dificuldade em informar ao mundo sobre espiritualidade, iluminação e qualquer outro assunto relacionado, que também está destinado a ajudar você a entender que há mais na sua existência do que seus olhos enxergam.
Sua realidade física é apenas um dos multiversos de realidades infinitas que existem ao mesmo tempo, quanto mais você estiver aberto a ideia de que existem realidades mais elevadas além de sua compreensão consciente e quanto mais você estiver disposto a explorar essa ideia, mais você vai descobrir sobre si mesmo e à natureza espiritualmente viva da existência ao seu redor.
Há muito mais acontecendo do que os olhos enxergam e além do que você vê na sua frente, está acontecendo muita coisa que você não percebe até que você tenha elevado a sua vibração e emergido novamente em um estado superior de consciência, onde tudo o que era uma vez desconhecido torna-se conhecimento comum e o resultado é um entusiasmo para ajudar os outros a se tornarem conscientes de todas as atividade que ocorre nos diversos níveis. Como você está aprendendo, você é a manifestação individual do Universo, e, finalmente, do Criador, você está descobrindo que é divino e infinito, enquanto se esforça para transcender as crenças das limitações pessoais que o impedem de ser quem você realmente é.
As limitações que são apresentadas pela mente e pelo ego são ilusões que você está destinado a transcender quando entender que são ilusórias e você pode transcender todas e quaisquer barreiras que aparecerem para tentar influenciá-lo, se você estiver receptivo o suficiente para a influência de sua voz interior e/ou seus guias espirituais.
Ficar livre e consciente é mais importante do que a maioria das pessoas imagina, alguns buscadores exploram sua espiritualidade com entusiasmo apenas por um curto período de tempo, fechando a sua consciência novamente e fixando-se em um aspecto de sua realidade que é perturbador ou limitado. A única maneira de explorar a sua espiritualidade é manter-se persistente e se você entusiasticamente explorar por um curto período de tempo para depois deixá-la para trás por algo finito e perturbador, você vai conhecer a infelicidade cada vez mais.
Você pode se perguntar por que você não consegue sustentar as conexões espirituais que significam muito para você, é porque na maioria dos casos você só tem boa vontade de explorá-las de forma temporária. Você pode explorar a espiritualidade quando é conveniente para você e colocá-la de lado quando não é, mas você vai continuar a obedecer as barreiras auto impostas que o impedem de manter as conexões mais reais, se o fizer.
O melhor caminho que você pode tomar é abraçar de forma permanente o ato de explorar a sua espiritualidade, mantendo assim um aspecto constante de sua realidade e nunca escondendo-o em segundo plano em favor de algo que você sabe que não vai enchê-lo com tanta energia divina ou inspiração.
Continuar a capacitar-se irá ajudá-lo ao longo de sua jornada espiritual e conforme você se capacitar lembre-se de auxiliar as pessoas em sua vida e todos que você encontrar a cada dia. A melhor maneira de sentir o amor é expressá-lo a todos em torno de você e como você está aprendendo, o egoísmo é para ser substituído por uma preocupação de coração aberto pelo bem-estar dos outros.
Em vez de pensar apenas em si mesmo ou como o comportamento dos outros afeta você, dê uma olhada no seu próprio comportamento e como isso afeta as pessoas em sua vida, como você está procurando a paz, a calma e o prazer que constitui um estilo de vida de vibração superior.
Pense nos outros mais do que você pensa de si mesmo, mas lembre-se de mostrar amor por você também. Você é um ser espiritual em crescimento assim como as pessoas ao seu redor, então a melhor maneira de compartilhar o seu amor é compartilhar com todos de uma maneira imparcial, incluindo você.
Todo mundo é digno do amor da Fonte e perceba que este é o primeiro passo para compartilhar seu amor com todos, até mesmo as pessoas que você pode ter se afastado por qualquer razão.
Amor, apoio e perspectiva imparcial são auxiliares importantes na sua busca para iluminar a vibração planetária, mantenha isto em mente quando você tiver dificuldades em encontrar compaixão ou simpatia por outra pessoa.
Você é a manifestação da consciência da Fonte e é totalmente digno de amor, apoio, alegria e todas as qualidades divinas que estão levando-o a uma maior compreensão de si mesmo e da existência espiritual ao seu redor.
Tenha isto em mente e você terá pouca dificuldade em direcionar o seu fluxo de amor a todos que encontrar, porque você não vai mais se preocupar com o comportamento dos outros, ou como os laços de comportamentos são percebidos para manifestar o seu amor.
Todo mundo é digno, incluindo você, então libere o seu fluxo de amor, sem restrições ou preconceitos. Quando você fizer isto, vai finalmente encontrar o caminho de volta para casa.

A ALEGORIA DA CHUVA



Chuva suave, por toda tarde.
O calor se foi, e toda essa umidade
Acalenta, refrigera a alma.
Chuva suave, cristalina... pela tarde,
Avança pela noite, trazendo a calma.

Chuva inocente, suave
Que levou o meu mal
E trouxe a minha verdade.

Chuva, que nem é alegre ou triste
Apenas chuva... chuva de verão.
Mas, o porquê dessa chuva revelar minha alma
E mudar meu coração?

*AlexMaciel