segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O LAR







O homem adulto
Para quem os anos passaram
Sente sempre conforto
Ao lar familiar retornar.
Pois ele ali nostalgia
Que, em toda a sua vida
Nunca ouve e nunca haverá
Amor, ternura tão puros
Tão desinteressados
E tão sinceros
Como dos Pais.

*AlexMaciel

Nenhum comentário:

Postar um comentário